RSS

quinta-feira, 26 de julho de 2012

As conversas ao telefone


E ele anda numa de falar ao telefone.

Fala, fala, fala, fala e continua a falar...

Ontem, fui dar com ele, com o telefone do intercomunicador da rua ou lá-como-se-chama-aquilo-que-dá-para-a-rua na seguinte conversa:

"'Tou?! 'Tou? Quem fala? Quem é?"

Andou nisto algum tempo. Acabou por desistir porque não havia ninguém do outro lado para falar com ele.

Fica pesaroso a olhar para a maquineta-telefoneta e eu pergunto como é que estava a falar agarrado àquilo.

Peremptoriamente diz-me "Com a boca".

E assim me calou, não fui cqapaz de perguntar mais nada de mais nada.

ps: obrigada por carregarem na publicidade, vamos em quase €8. Xi-coração!

Sem comentários:

Enviar um comentário