RSS

terça-feira, 27 de abril de 2010

A gravidez e o estado de graça

Confesso que nunca tinha percebido o que realmente queria dizer "estado de graça " na gravidez! Pelo menos na minha... Foi tão complicada, conturbada, atribulada e tantas coisas mais acabadas em "ada" que só descobri o significado de tal expressão uma semana antes de nascer o meu filho....

- Fazemos 39 semanas, hoje...

Fui passear...! Eu e o Henrique fomos passear...

Andar, ver montras, andar de autocarro, cheirar flores, beber chá sentados na relva, ver vidas!

E fomos presentados com a percepçao do estado de graça da gravidez.

É graças ao Henrique que tenho conseguido enfrentar privações e provações atrás umas das outras...

É graças ao pai do Henrique que tenho a minha família feliz e que a vou construindo a cada dia.

É graças à união que temos os três que nos sentimos felizes, embora por vezes atormentados por algumas nuvens mais negras, somos felizes à nossa maneira.

É graças à gravidez que quando passeio "sozinha" me vejo a rir na rua por sentir que o Henrique se mexe mais... Por sentir que a minha pessoa "gira" em torno dele desde o momento em que soube que o estava a gerar dentro de mim...

É graças a este gerar do meu filho que à noite, eu e o pai somos presenteados com os movimentos mais mirabolantes do nosso filho...!

É graças à gravidez que tenho que pedir licença a uma perna para que a outra se mexa... E apesar disso consigo rir-me com as figurinhas que vou fazendo...

É graças à gravidez que vão nascer três seres novos, fortes e muito unidos na minha vida... Eu enquanto mãe, o Tiago enquanto pai e o Henrique enquanto filho...!

Graças a tudo isto...

SOU MÃE...!!!

"Sou eu quem canta, sou eu quem dança, é o corropio do coração!" -

terça-feira, 6 de abril de 2010

A ti, minha Sandra! Minha fada lutadora!


Meu amor! Que felicidade tanta ao saber que um anjo te presenteou com a vida a crescer dentro de ti...

Todas as lágrimas outrora, ficam iluminadas neste momento, as dores sofridas estão a ser consumidas pelos sentimentos coloridos que não vos cabem nas palavras...

A tua avó, que está junto de todas as nossas fadas, irá certamente olhar pelo ser iluminado e que te ilumina, agora!

Minha Sandra... A Primavera deu-te (deu-vos) a vossa flôr... Que devem mimar, cuidar, tratar, proteger e ser infinitamente felizes com a vossa flôr.

Minha Sandra... Que todos os pós mágicos de perlimpimpim estejam a fervilhar dentro de ti...

Um beijo do tamanho do quanto te gosto e de tamanha felicidade que tenho em ti!!!

Gosto-te tanto, tanto! Muito!!!