RSS

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Olhos negros


Rapaz de olhos negros como a noite… não chores mais! Não te deixes engolir pela voracidade da tristeza!
Não chores porque o Céu já o faz por todos nós! O Céu chora… mas não sorri…
És tu que tens que sorrir!
Deixa-me tocar nas tuas mãos de veludo e trazer-te para junto de mim… e levar-te para destino incerto… apenas levar-te!
Vem para junto do meu abraço para que te possa embalar! Para que adormeças em meus braços e deixes de chorar no momento em que te embalo…
Qual será o teu caminho?
Dá-me de novo a tua mão… não te indicarei o trilho que tens que seguir… mas quero atravessá-lo contigo com a tua mão na minha para te ajudar a levantar quando caíres… para não te perderes…
Deixa-me sentir o Mar que tens no cabelo… deixa-me beber desse Mar, para que não mergulhes sozinho…
Deixa-me apenas sentar-me junto a ti a ver a Lua a sorrir… assim podemos dar as mãos… seguir o teu trilho enquanto esvoaçamos sobre ele… e a Lua admira o quão belo é o que sinto por ti…!

Sem comentários:

Enviar um comentário